Sobre mim

















Sou Patricia Martins, cearense, nascida em 25.08.1983.

Desde criança tive inclinações artísticas; em especial na dança e no desenho. Mas apenas no ano de 2005 passei a pensar a arte como um caminho. Foi quando viajei para Tucson, nos EUA; depois de abandonar a faculdade de direito pela metade fui passar seis meses com minha tia Margarida que já morava lá por mais de vinte anos. Descobri o fascínio da fotografia (porque ganhei uma câmera), do cinema (por meio da convivência com os meus primos cineastas, Angelo e Vicente Lopes) e da pintura (através das artes da minha tia Margarida Stone).

Ao voltar para Fortaleza quis trilhar o caminho do audiovisual, mas isso durou pouco, outras coisas foram acontecendo e criamos eu e minha prima Giovanna Campos a MARIPOSA – Espaço de Moda, era uma proposta de moda artesanal e alternativa. Foi uma experiência muito interessante, mas mesmo assim eu ainda sentia que faltava algo mais. Um certo dia, lá na Mariposa uma cliente me convidou para dar oficinas de arte-reciclagem para crianças em um projeto da prefeitura; fiquei encantada com a ideia e meses depois eu estava trabalhando no projeto Crescer com Arte no bairro do Caça e Pesca, fiquei neste trabalho por dois anos (2007-2009) e foi lá que, na prática com as crianças, eu me “formei” arte-educadora. Foi também durante esse período que eu conheci (na faculdade) a PERMACULTURA que, sem dúvidas, foi algo que mudou definitivamente o meu jeito de viver e minha visão de mundo.

Em março de 2009 viajei para a Chapada Diamantina, onde passei sete meses conhecendo a intimidade da natureza daquele lugar e trabalhando com artesanato e pintura. Foi um ótimo momento de me conhecer, desenvolver minha arte, estar em contato com a natureza e fazer amigos. Mas algo me chamava de volta para Fortaleza: o desejo de concluir a faculdade de Filosofia, e assim eu fiz; voltei e passei a pesquisar a temática da Ética Ambiental.

O ano de 2010 foi bastante inspirador para a minha visão de educadora, além de me dedicar à faculdade, fiz o curso PDC (Permaculture Desing Certificate) - com Suzana Maringoni e Jorge Timmermann - e o Curso avançado de Educação em Permacultura com Skye Riquelme. Participei da I Conferência Internacional sobre os sete saberes necessários à educação do Futuro com a presença do filósofo Edgar Morin. Em 2011 me formei em licenciatura em Filosofia na Universidade Estadual do Ceará (UECE) defendendo em minha monografia a temática: “O princípio responsabilidade de Hans Jonas: as bases éticas para a construção da cultura da sustentabilidade”.

Há ainda outra experiência profissional que foi de suma importância: o trabalho como arte-educadora do PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) em 2010/2011, no qual estive inserida em uma equipe de oito arte-educadores e uma pedagoga, onde realizávamos o acompanhamento pedagógico de quinze instituições que executam o programa, elaborávamos os materiais didáticos mensais com sugestões de atividades e também fazíamos encontros mensais de capacitação em arte-educação com os educadores do PETI de Fortaleza. Essa experiência me tornou ainda mais apaixonada pela educação, mais especialmente pela arte-educação e pela riqueza que é encontrar com vários educadores para trocar saberes.

Em 2011 mudei para Minas Gerais, São João del Rei, vim atraída pelo mestrado em educação da UFSJ, mas não passei na seleção daquele ano, porém continuei na cidade, pois fui contratada como arte-educadora (professora de artes visuais) na Cia teatral ManiCômicos em São João Del Rei onde ministrei oficinas para 13 turmas em 4 cidades da região: Lagoa Dourada, Resende Costa, São João Del Rei e Barroso, durante todo o ano de 2012.

Em 2013 trabalhei por conta própria em meu atelier-casa em Tiradentes, além de produzir minhas pinturas, também trabalhei com teatro de rua com o grupo Cata Riso e desenvolvi o projeto Hortas Ecológicas. No final do ano, consegui passar no Mestrado em Educação na Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ) com o projeto de pesquisa intitulado: "Corporeidade, Educação Estética e Libertadora: Diálogos Possíveis a Partir do Estudo de Caso da Escola Projeto Âncora".

Em de 2016 concluí o mestrado e recomecei uma nova etapa, novas projeções, novos planos e novos desafios. Um descobrir de um caminho de estudos, experiências, artes e inspirações. 



  • Professora de artes visuais (2012)





 


  • Orientadora do programa “Agente Jovem” (2007 )

  •  Arte-educadora do projeto “Crescer com Arte” (2007 - 2009)


  • Arte-educadora do projeto “Recriar o Mundo” (2007-2008)


  • Arte-educadora da equipe pedagógica do PETI (2010-2011)